Veg-cation

Guia de sobrevivencia para vegetarianos na Gran Canaria

FacebookTwitterGooglePinterest


Como é que um vegetariano consegue sobreviver numa ilha onde a grande maioria de oferta alimentar é peixe fresco e marisco?

Curiosos? Ok, então deixem-se ficar por aqui mais um bocadinho e ficam a saber como sobrevivi praticamente uma semana nas Canárias.

Num sítio como as Ilhas Canárias a primeira coisa para a qual temos que estar preparados é que a grande maioria dos pratos irão consistir numa combinação (bastante apaladada) de especiarias, picantes e molhos apurados. Por isso, caso sejam vegetarianos, vão ter que aceitar o facto de que a alternativa a carnes, chouriços e mariscos, serão pratos vegetarianos simples mas muito provavelmente, bastante apetitosos (para não dizer, bastante picantes!).

Deixem-me então contar esta nossa aventura pelas Ilhas Canárias…

Visitámos a Gran Canária em Maio de 2017, um período meio conturbado e infeliz na minha vida, porque vi partir, depois de uma agressiva luta contra um cancro no pâncreas, o meu felino mais crescido e tão amado – o meu Pingo José. Por isso, nessa altura triste, precisava de colocar a mente noutra coisa que não fosse a saudade que dele sentia.

Decidimos entao, comprar uma escapadinha, e dar um “salto” ate às Canárias e aproveitar para visitar o nosso querido amigo Senor Pineda.

Foi graças ao Mister Pineda, que tivemos a oportunidade de conhecer o “melhor dos melhores” e mais tradicionais sítios na ilha, longe das multidões e dos locais mais turísticos (onde normalmente a comida é de carácter sempre mais duvidoso). 

Fomos a bastantes restaurantes tipicamente Canários onde a comida é maioritariamente a base de Tapas, e onde no meio de muitas opções menos “saudáveis” se encontram sempre os mais simples pratos de vegetais cozinhados e preparados ao estilo da ilha. Por isso, deixo-vos aqui uma lista de sítios, fora dos típicos centros turísticos, onde a comida é feita num modo mais caseiro, mais natural e tão mais saboroso. 

Um “must” da cozinha Canária são sem duvida as papas arrugadas (papas, não patatas como em outros sítios de Espanha). Estas papas são batatinhas enrugadas, muito ao estilo das portuguesas “batatas a murro” assadas com a pele. Normalmente servidas com  mojo-verde, molho típico Canário, que consiste basicamente numa combinação de alho, azeite, vinagre e imensas ervas e especiarias. Este prato, ou tapa, vão encontrar em literalmente TODOS OS RESTAURANTES, por isso vale a pena experimentar. 

Outro prato muito típico das Canárias é o chamado gofio que se trata de uma espécie de puré, feito de farinha de milho ou trigo. Confesso, não foi das melhores descobertas gastronómicas, mas há quem adore e diga que é delicioso. Por isso, caso tenham oportunidade não deixem de experimentar. Reza a lenda que é um prato super nutritivo e que durante épocas de guerra e de escassez alimentar, era destas papas que soldados e populações se alimentavam. 

Deixo aqui uma lista dos melhores sítios que experimentamos:

Restaurant La Vaqueria  – Estejam preparados para que neste restaurante encontrem maioritariamente pratos de carne 🙁 Mas a “beleza” deste sitio, é que neste restaurante têm a oportunidade de experimentar e ficar a conhecer melhor a tipica gastronomia Canaria. Para além disso, o restaurante em si, merece ser visitado nem que seja pelo espaco “castiço” e com que com tanta autenticidade retrata a cultura local. A atmosfera casual (estilo “hipster” acidental), transporta-nos para outra realidade, e as tapas são variadas, o que significa que as opções vegetarianas (e vegan) serão bastantes.  

Restaurant Tagaror nas Cuevas de Guayadeque – Este sitio é especial, fudamentalmente pela sua localização e vistas espetaculares. O espaço encontra-se escavado na montanha, numa reserva natural de beleza sem comparação, e o restaurante – ou caverna – apresenta mais uma vez, pratos super tradicionais, com sabor caseiro e a variadade de tapas vegetarianas é tambem enorme. Neste restaurante não podem deixar de provar as papas arrugadas e o delicioso e saudavel Ropa Nueva de grão-de-bico. DELICIOSO e suficiente para duas pessoas. 

Já numa area mais turistica, mesmo na praia de Meloneras, descobrimos um restaurante perfeito para que quer dar um break na cozinha Canaria.  Indiano por natureza, o restaurante Misbah tem uma variedade infindavel de opçoes vegetarianas, e a vontade é mesmo experimentar um bocadinho de tudo. Do que tivemos oportunidade de experimentar recomendamos o The Hara bara burguer, que é basicamente um hamburguer vegetariano feto à base de espinafres, batatas e ervilhas, acompanhado de raita picante de hortelã (tão simples e tãoooo bom!).

Tal como disse em cima, os restaurantes mencionados nao são exclusivamente vegetarianos, mas têm variadas opções que merecem “provadela”.

Caso então queiram jogar pelo seguro as tapas exclusivamente vegetarianas que não podem deixar passar são:

  • Papas arrugadas com mojo verde
  • Ropa Nueva de grao-de-bico
  • Calabacines a la Plancha (courgettes fritas)
  • e os deliciosos Buñuelos de Espinaca (ou croquetes de espinafres)

Contudo, a melhor opção é mesmo irmos preparados para fazer a nossa própria comida, ou pelo menos, caso tenhamos acesso a uma cozinha, fazer ou organizar lanches variados – sempre mais saudavel, mais em conta e muito mais de acordo com o nosso gosto. 

Mas como preparar refeições enquanto estamos de ferias?

Ok, reconheco. Quem esta de ferias pode (ou não) querer perder tempo a pensar e a planear refeicoes. Mas acreditem, que com apenas um pouco de organzição tudo é possivel e a verdade é que tambem se poupa muito mais. Estes sao apenas alguns dos beneficios de preparar refeicoes em ferias. Nao esquecendo, que controlamos muito melhor aquilo que ingerimos, evitando comer coisas pre-feitas, empacotadas, e tantas vezes tao pouco saudaveis.

Espero que as dicas as seguir possam servir de alguma ajuda neste sentido. 

Como preparar e planear refeições saudáveis e com poucos recursos quando estamos fora de casa (ou em férias)?

Aqui ficam algumas dicas úteis.

  1. Precisam de ter uma cozinha, ou pelo menos garatir que o sitio onde ficarao hospedados, permite alguma especie de confessao de alimentos (ainda que basicos). Portanto sugiro que entrem em contacto com o hotel/ alojamento e informem-se relativamente a que tipo de area e equipamentos terão ao vosso dispor. Eu normalmente pesquiso sempre por exemplo em sites como Tripadvisor onde podemos ver as fotos que outros viajantes colocaram na internet  e normalmente, essas fotos e/ou comentarios são o necessario pra perceber o que terei (ou não) à minha epsera.
  2. Depois informem-se de forma simples (pesquisa na internet sera o suficiente) de supermercados ou feiras onde possam comprar produtos locaise frescos  a precos razoaveis.
  3. Sejam criativos: criem uma lista de compras basica e brinquem com ela de modo a criar varias refeicoes diferentes mas tendo por base sempre o mesmo grupo de alimentos. 

Ideias para refeiçoes de ferias? 

Ok… então primeiramente deixo-vos a nossa lista de compras para 5 dias (para duas pessoas) – Espero que ajude e que sirva como uma referencia.

Lista de compras 

  • Aveia (natural, sem gluten)
  • Quinoa
  • Lata grande de grão-de-bico (em agua sem sal)
  • Bananas
  • Pessogos
  • Uvas
  • Mirtilos 
  • Abacate
  • Pimentos vermelhos
  • Milho doce (lata)
  • Azeitonas
  • Tomates
  • Limoes
  • Espinafres
  • Alface
  • Rucula 
  • Cogumelos frescos
  • Tomates 
  • Pao de centeio 
  • Pacote de bebdida da amendoas
  • Pasta de sesamo
  • Amendoas 
  • Sementes de sesamo 
  • Pimenta preta 
  • Oregaos 
  • Canela 
  • Cha de camomila 
  • Azeite (pacotinho pequeno)

Plano de refeicoes para 5 dias de ferias

Com os ingredientes em cima conseguimos fazer as seguintes refeicoes que nao requereram praticamente nenhum utensilio estranho, a nao ser uma pequena panela, talheres e pratos. Faziamos sempre uma ou outra refeicao na rua por isso o plano que apresento em baixo tem apenas uma refeicao principal por dia:

  Dia 1  Dia 2  Dia 3  Dia 4  Dia 5 
Pequeno-almoço papas de aveia com pessego e mirtilos  tostas com banana, canela e sementes  papas de aveia com pessegos e mirtilos  salada de frutas com sementes  papas de aveia com banana, uvas grelhadas e sementes 
Lanche  tosta com abacate e tomate  fruta e amendoas  banana com canela e pasta de sesamo tosta com abacate e tomate  fruta e amendoas 
Refeição principal quinoa com espinafres, cogumelos, milho doce, e pimentos grelhados   salada com espinfres, rucula, tomate, uvas e milho com molho de abacate e limao.  salada de espinafres, rucula, grão, uvas e tomate com azeite e limão  quinoa com rucula, grão, uvas, azeitonas e sementes com molho de limao e azeite   ultimo dia: salada de restos (todos os ingredientes que estivessem a sobrar)

Mais uma sugestão: em toda a ilha, irao encontrar imensas bancas a vender batidos de fruta de fresca feita no momento – escolhemos os sabores e experimentamos as combinacoes de fruta e vegetais que mais gostarmos. Sao refrescantes, nutritivos e saudaveis, por isso nao deixem de experimentar. 

Outras sugestões

Opções vegetarianas no aeroporto: O aeroporto é bastante pequeno, então não esperem encontrar muitas opções de comida “saudável”.

Soho cafe, foi o único com uma única opção vegetariana / vegan – a Salada Hummus (que timha esgotado às 11:00). Então, certifiquem-se de trazer a vossa propria comida /snacks para o vôo.

Tirando isso, defrutem ao maximo da ilha e deixem-se encantar pela paisagem.

Xx

 

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply